Pular Links de Navegação
ANUNCIANTES
Clique no logo abaixo e conheça nossos anunciantes
Agener União - Saúde AnimalBayer
Bio BrasilBiovet
CepavDevigate
Duprat-vetEvoluservices
HillsIBVET
med-sinalMerial
Mundo AnimalOuro Fino
pet memorialPET SOCIETY
premier petQualittas
Syntecvencofarma
Vetnil
CANAIS NOSSO CLÍNICO
Acompanhe a revista Nosso Clínico nas Redes Sociais
Ronco- Um alerta subestimado
Janeiro
Muitos animais apresentam roncos, dormindo ou acordados, interpretados como normais, que, no entanto, podem ser manifestações de enfermidades obstrutivas graves das vias aéreas superiores, as quais podem comprometer a sua qualidade de vida e levar à morte. Os animais podem apresentar a “síndrome braquicefálica”, composta por prolongamento do palato mole, estreitamento das narinas, turbinados nasofaríngeos e hipoplasia traqueal, chegando ao colapso laríngeo. Em Yorkshires o ronco pode ser devido ao colapso traqueal, em gatos, à pólipos nasofaríngeos e em Labradores idosos, à paralisia laríngea. Em todas as situações pode ocorrer inflamação crônica das vias aéreas, agravando a sintomatologia. Podem também apresentar cansaço fácil, angústia respiratória, cianose, hipertermia e morte súbita. Na grande maioria das vezes é necessário cirurgia para a correção dos defeitos, promovendo-se a desobstrução e a melhora clínica. 

Para ler o artigo completo, assine a Revista Nosso Clínico. 

***Resumo do artigo de James Newton B. M. de Andrade 
(jarmescardio@terra.com.br) - M.V., Mestre em Ciências Veterinárias (UFPR), Dr. em Cirurgia Veterinária (FCAV-UNESP/Jaboticabal), Pós-Doutor pela FMVZ-USP, FCAV-UNESP/Jaboticabal e North Carolina StateUniversity, Serviço de Cirurgia Cardiotorácica e Respiratória do Provet - São Paulo, SP.